Em 2012 dona patroa e eu fomos dar um rolé pelo norte da Itália. Aproveitamos uma bela promoção de passagens aéreas de ida e volta para Milão por pouco mais de R$ 1.800,00 (já com taxa) e criamos um roteiro para explorar alguns lagos e montanhas.

Chegamos na cidade milanesa, pegamos nosso possante previamente reservado e partimos logo para a região do Lago di Como. Ele fica a norte de Milão, a uns 65 km (uma hora de carro).

Nossa casa lá foi o Bed and Breakfast Frontelago Lago di Como, em Mandelo del Lario, uma das comunas à beira do lago. Nunca havíamos ficado num B&B e nossa experiência foi simplesmente fantástica.

O lugar é uma bonita casa antiga com umas 6 suítes. Os donos são Maria e Piero, um simpaticíssimo casal de italianos (estilo Nono e Nona) que te fazem sentir-se em casa.

Tínhamos chegado a noite e estávamos cansados e com fome. Não queríamos ir longe para comer e a pequena comuna já estava bem quieta e deserta àquela hora. Piero então nos indicou um restaurante nas cercanias, ligou pra lá avisando que íamos, e gentilmente nos levou de carro. Não era muito longe, mas poderíamos errar o caminho ou algo do tipo. Lá estavam também Laura e Peter, um casal americano que também estava hospedado no B&B e ficou nosso amigo.

O restaurante era comandado por um casal de velhinhos muito amáveis que nos encheram de comida… Muita comida… Nunca tínhamos ido a Itália e não sabíamos que as refeições lá tem o primeiro prato, segundo prato, queijos, presunto, salame, sobremesa etc… E para harmonizar, tinha um vinho maravilhoso, Gabbia D’Oro Merlot delle Venezie, de coloração roxa (bem diferente da cor de vinho, pelo menos que eu conheço…). Foi nossa primeira orgia gastronômica da viagem!

Voltamos andando com Laura e Peter, numa caminhada de uns 15 minutos, chegamos e caímos no sono dos justos!

No dia seguinte, já vimos a beleza que nos esperava. A janela de nosso quarto dava de frente para o lago e a paisagem era lindíssima. Descemos para o café da manhã e foi outra agradável surpresa. Ele é servido numa grande mesa com dois bancões de madeira, onde todos os hóspedes comem juntos e rola um clima bem família. Maria gosta de ver a galera comer e faz um monte de coisas nesse café. Quanto mais você come, mais ela bota comida na mesa! Não preciso dizer que é tudo delicioso… E lá se foi a segunda orgia gastronômica… O clima estava tão legal que marcamos de jantar a noite com os americanos Peter e Laura. Gostamos tanto de lá que resolvemos ficar mais um dia além do planejado!

A vista da janela do quarto
A vista da janela do quarto
Abrindo a janela...
Abrindo a janela…
O B&B
O B&B Frontelago
O vinho Gabbia D'Oro Merlot delle Venezie
O vinho Gabbia D’Oro Merlot delle Venezie

 

Nossa programação nesse dia seria explorar a região do lago. Há uma estrada que passa em toda a beira dele e fomos por ela, entrando em ruas secundárias quando dava vontade. Como ele é cercado de morros, a cada subia nas ruelas secudárias morro acima, um lindo visu do lago surgia… O único problema é que as tais ruelas são estreitas, muito estreitas (e ainda com carros estacionados nos cantos) e algumas curvas, cotovelos! Sem problemas com aqueles carrinhos italianos minúsculos (parecidos com os do Mr. Bean), mas com um Peugeot 508 banheira style, era meio tenso…

Mas a gente nem ligava de tirar fino do carro dos outros, com tamanha beleza por todos os lados… E o dia foi todo assim, nos perdendo pela beira e cercanias do Lago di Como, só com visual maneiro! (Ê vidinha mais ou menos…)

Quando deu fome paramos numa das comunas a beira do lago pra almoçar (Comune de Dervio) ao lado de uma igreja do século XII e um castelo do século XIV. No restaurante La Taverna del Castello o destaque era para as velas decorativas nas mesas, bem bonito e diferente, pelo menos pra mim.

No fim da tarde demos uma passada na cidade de Como, que beira a ponta sudoeste do Lago. É a maior cidade da região, e tem seu charme, mas não se compara às outras. Lá, fomos ao mercado municipal para comprar queijos. Compramos vários queijos deliciosos, mas esquecemos tudo no B&B… :-/

Depois seguimos para a segunda maior, na ponta sudeste do lago: Lecco. Essa aí é bem mais charmosinha e nela demos a sorte de pegar um fim de tarde animal, com o sol pintando as paredes das montanhas próximas… Ainda demos umas voltas por ela a noite e então seguimos pro B&B para nos arrumarmos pro jantar, que tínhamos marcado com o Peter e a Laura (lembra?). Nesse jantar comemos várias guloseimas italianas (que não lembro o nome), regadas a vinho e também a cerveja artesanal Old Jack Chocolate Stout.

No terceiro dia partimos rumo às montanhas do norte, mas deixamos um pouco de nossos corações no Lago di Como…

Lago di Como
Lago di Como
Lago di Como
Lago di Como
Lago di Como
Lago di Como
Lago di Como
Lago di Como
Lago di Como
Lago di Como
Peugeot 509 banheirão!
Peugeot 509 banheirão!
Castelo do século XIV
Castelo do século XIV
As velas decorativas do restaurante na Comuna de Dervio
As velas decorativas do restaurante La Taverna del Castello
Margem oeste do Lago di Como
Margem oeste do Lago di Como
Margem oeste do Lago di Como
Margem oeste do Lago di Como
Cidade de Lecco
Cidade de Lecco
Por do sol em Lecco
Por do sol em Lecco
Lecco
Lecco
Lecco
Lecco
Jantar com Peter e Laura
Jantar com Peter e Laura
Cerveja artesanal italiana
Cerveja artesanal italiana Old Jack Stout

7 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *