Se a Revolta Federalista foi parada na Lapa no Paraná, acho que também vale a pena você dar uma paradinha para conhecer a cidade, o que acha?

História de Lapa no Paraná

A aproximadamente 80 km da capital paranaense, Curitiba, com um importante patrimônio histórico e arquitetônico, Lapa foi fundada no ano de 1769, tornando-se importante polo de passagem dos tropeiros que rumavam de Viamão, no Rio Grande do Sul, até a cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo. Porém foi a partir do ano de 1894 que a cidade ganhou real importância com o início da Revolução Federalista.

lapa-paraná-turismo
Canhão usado na Revolução Federalista

Colando da Wikipédia “A Revolução Federalista foi uma guerra civil que ocorreu no sul do Brasil logo após a Proclamação da República. Instalada pela crise política gerada pelos federalistas, grupo opositor que pretendia “libertar o Rio Grande do Sul da tirania de Júlio de Castilhos”, então presidente do Estado, e também conquistar uma maior autonomia e descentralizar o poder da então recém proclamada República. Empenharam-se em disputas sangrentas que acabaram por desencadear a luta armada, que durou de fevereiro de 1893 a agosto de 1895 e foi vencida pelos seguidores de Júlio de Castilhos. O conflito atingiu os três estados da região: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.”

Curiosamente, foi na Lapa, durante o sangrento Cerco da Lapa, que as tropas oriundas do Sul foram paradas, e se, não fosse por este fato, quem sabe o sul tivesse se separado.

Enfim, depois desta pequena aula de história, voltemos a Lapa.

Como chegar em Lapa?

Para chegar à cidade a partir de Curitiba, a principal via de acesso é a BR-476. É possível chegar pela BR-116 para quem vem do Sul, porém neste caso é necessário transitar também pela PR-427, passando pela pequena cidade de Campo do Tenente.

Mas afinal, porque eu estou indicando uma viagem para a Lapa?

O que fazer em Lapa?

Sou suspeito de falar, afinal, sou um doido por história, e na Lapa se respira história. Com um centro histórico tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) é possível visitar diversos museus, incluindo o Museu de Armas, Casa Lacerda e o Panteon dos Heróis, onde estão os restos mortais dos heróis lapeanos que tombaram durante o Cerco da Lapa, e a Igreja Matriz de Santo Antônio, datada de 1784.

lapa-paraná-turismo
Lapa
lapa-paraná-turismo
Centro histórico
lapa-paraná-turismo
Igreja da Matriz de Santo Antônio
lapa-paraná-turismo
General Gomes Carneiro

Outro ponto turístico muito legal é o Theatro São João onde, quando em visita a região, o Imperador do Brasil D. Pedro II e a Imperatriz Thereza Christina assistiram a uma apresentação. O camarote utilizado pelo Imperador está preservado até hoje.

Por ser tombado como patrimônio histórico, o centro da Lapa apresenta um clima pitoresco, todo preservado, e cheio de casarões antigos que valem belas fotos, e já rendeu até a gravação de diversos filmes. Vale a pena por exemplo, caminhar pelo lugar, sentar em uma praça e observar o cotidiano da cidade, porque realmente, lá parece que o tempo passa mais devagar.

A riqueza cultural desta pequena cidade vai além de prédios e história, e é na sua gastronomia, a chamada gastronomia Lapeana, caracterizada pela comida tropeira, que podemos encontrar outro grande atrativo.

Gastronomia

É possível encontrar a típica comida lapeana em alguns restaurantes na cidade, como o Espaço Único, localizado bem ao lado da Igreja Matriz de Santo Antônio, e também no famoso Lipski. Ambos são excelentes opções e com preços justos. Ainda falando de gastronomia, não poderia deixar de citar a coxinha de farofa, outra iguaria tipicamente lapeana. Trata-se de um coxinha feita com massa de pastel e recheada com farofa de frango.

É, talvez alguns façam cara feia ao ler a descrição da iguaria, mas acredite, é surpreendente! Onde encontrar? Creio eu que em todas as lanchonetes e panificadoras da cidade, mas eu comi na Casa do Pastel.

lapa-paraná-turismo
Coxinha de farofa

Natureza

Para quem gosta de trilha ou curtir a natureza, vale uma visita ao Parque Estadual do Monge. O parque fica localizado a aproximadamente 10 minutos de carro do centro da cidade e oferece uma grande área verde, com cachoeiras, trilhas, que por exemplo, levam até a Gruta do Monge, um local de peregrinação religiosa, onde acredita-se que por um período de tempo viveu o Monge João Maria, que dizem, realizava curas dentre outras coisas.

Onde se hospedar em Lapa (PR)

A cidade não é muito grande, mas ainda assim existem boas opções de hotéis e pousadas por lá. Veja aqui a lista de hospedagens em Lapa.

Conclusão

Lapa possui atrações para todos os gostos, ou seja, se você curte história, arquitetura, natureza ou gastronomia, vale muito a pena, no mínimo, uma passada pela cidade, pernoitando ou quem sabe um bate e volta a partir de Curitiba!

Pense bem, viaje, visite porque afinal de contas, um homem e uma mulher precisam viajar!

Grande abraço!

4 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *