Na nossa programação o Capitol Reef estava na lista do “se der, nós vamos”. Deu, mas só por umas duas horinhas, pois chegamos lá no fim da tarde e o sol já estava se pondo.

O parque tem quase 100.000 hectares, bem maior que o Zion (60.000) e o Bryce Canyon (15.000) e nossa visita seria apenas um overview. Ainda assim foi muito legal, pois ele segue o padrão de belezas alucinantes dos Parques Nacionais de Utah.

Capitol Reef
Capitol Reef

 

Seu nome é inspirado em duas feições: a vista dos penhascos do Plateau do Colorado, que lembra recifes (Reef) e o arenito Navajo, que foi erodido em formatos arredondados, lembrando o domo do Capitólio (Capitol).

Segumos pela U-12, que é a estrada que atravessa o Bryce Canyon e depois pegamos a U-24, para chegar ao Capitol Reef. Lá, já dentro do parque, há uma Scenic Drive de 16 km, saindo da U-24 a direita. O site do parque recomenda 11 paradas nessa estrada, mas só paramos nas três primeiras. Como estava escurecendo, aproveitamos para ver o fim do por do sol e ainda pegamos a Lua surgindo baixa por trás das paredes de rocha num belo visual!

Capitol Reef Visitor Center
Capitol Reef Visitor Center
Capitol Reef
Capitol Reef
Capitol Reef
Capitol Reef
Capitol Reef
Capitol Reef
Capitol Reef
Capitol Reef
Capitol Reef
Capitol Reef
A Lua surgindo!
A Lua surgindo!

 

Voltamos e pegamos a principal (U-24), rumando para a saída leste do parque, já sem conseguir ver muita coisa, pois a noite tinha caído.

Além da Scenic Drive, há duas outras grandes atrações por lá. Na seção norte do parque há a Cathedral Valley, com seus belos monolitos e na seção sul, o Waterpocket District, com uma estrada ao longo da dobra de Waterpocket. Nas duas há campings selvagens e para chegar a essas atrações é recomendável um veículo 4×4.

A única forma de pernoitar no parque são seus campings e além dos selvagens há somente uma área desenvolvida, a Fruita Campsite, próxima ao Centro de Visitantes, pelo preço de U$ 10,00 por pessoa/noite. Os selvagens são gratuitos.

Há muitas coisas pra se fazer (trilhas, escalada, andar de bicicleta e a cavalo) e é interessante verificar o site do parque para planejar sua visita. A entrada vale por 7 dias e custa U$ 3,00 por pessoa ou U$ 5,00 por veículo.

Saímos do Capitol Reef pela U-24 e paramos na primeira cidade que havia no caminho, Hanksville, com seus 219 habitantes! Ficamos no Whispering Sands Motel, que é bem ao estilo daqueles clássicos motéis de beira de estrada dos filmes!

Whispering Sands Motel
Whispering Sands Motel
Whispering Sands Motel
Whispering Sands Motel

 

No dia seguinte, antes de seguir viagem, fomos abastecer o Thunderblues e nosso estoque de rango e cerva no posto em frente ao motel. Bem interessante ver a paisagem desértica de Hanksville e a Hollow Mountain, uma lojnha de conveniência muito peculiar, construída dentro da montanha…

Hollow Mountaun, a lojinha de conveniência
Hollow Mountain, a lojinha de conveniência dentro da montanha
Hanksville
Hanksville
Paisagem de Hanksville. Quase compramos a pickup amarela...
Paisagem de Hanksville. Quase compramos a pickup amarela…

22 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *